15 de março de 2017

Nunca deixarei...


E quando em minha mente tiver a lembrança da criança que vou continuar sendo, mesmo que cronologicamente tudo me desminta não vai impedir em mim  que sinta a velha criança pousar. Poderei ter quantos anos quiser, e gostar dos meus balões preferidos, coloridos e queridos com magia da cor do céu, do amor, do sol, e do entardecer. Meus olhos brilharão da mesma forma como algo lindo. Eu envelhecerei, mas de ser criança, em pequenas coisas nunca de ser deixarei.

(Sonhos de Jaqueline)

Nenhum comentário:

Postar um comentário