29 de fevereiro de 2016

Noite

É na noite que repouso meu corpo sobre a cama
e sobre os meus sonhos
que o vento desarruma os meus cabelos.
É nos meus sonhos que descanso a minha alma,
no profundo cansaço do meu corpo,
em que desliga a minha mente
e o meu coração recorda tudo aquilo
que ainda não sou .
Viajo no céu, adentro o mar.
Ando sem eira nem beira,
pois não quero me encontrar.
O encanto é perder-se de vista.
(Adriana Silva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário