1 de abril de 2015

Alma de menina


Quero envelhecer com coragem. Mesmo sabendo que alguns obstáculos possam surgir. Quero ter alma de menina, quero que em mim a mulher nunca desapareça. Quero cultivar flores, quero rir com as minhas amigas. Quero sentir saudade do que ainda não vivi. E não importa se me digam que já é tarde. Quero e se não for pedir muito viver o suficiente, estar sóbria, ao mesmo tempo que falar besteiras e rir muito... Quero rir das minhas possíveis dores, e não fazer delas muletas. Quero um dia fechar meus olhos e saber que fiz tudo o que podia, e que partir é um destino, que a hora chegou, e que enfim, descansarei em paz.

(Adriana Silva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário