31 de dezembro de 2015

Feliz Ano Novo!


Nesse mundo de alegria, de lutas e fantasia, minha melhor roupa é o amor,
Mesmo com duras batalhas onde insuportavelmente predominou a dor
Levantei com meu escudo e nessa vida fui com tudo,
Pra mim não sorrir seria o pior absurdo.

Desejo com muito amor e carinho,
Que seu ano novo seja leve como um passarinho
E na estrada da vida entre festas e recolhimento,
Que o seu sorriso seja o melhor investimento!

Que a saúde seja grande para tocar o barco,
Que a alegria seja duradoura e a tristeza passageira
Que em sua mão de guerreiro sempre tenha um arco,
Para com a flecha da esperança ter uma pontaria certeira.

Por fim me despeço agradecendo a tudo que vivi 
E que no ano que vem
Eu possa fazer tudo de novo também!

(Adriana Silva e Jaqueline)


23 de dezembro de 2015

Bate o sino


Bate o sino pequenino, sino de Belém
Já nasceu Deus Menino para o nosso bem
Paz na Terra pede o sino alegre a cantar
Abençoe Deus Menino este nosso lar

Hoje a noite é bela, juntos eu e ela
Vamos à capela, felizes a rezar
Ao soar o sino, sino pequenino
Vai o Deus menino, nos abençoar.

Bate o sino pequenino, sino de Belém
Já nasceu Deus Menino para o nosso bem
Paz na Terra pede o sino alegre a cantar
Abençoe Deus Menino este nosso lar

Vamos minha gente, vamos à Belém
Vamos ver Maria e Jesus também
Já deu meia noite,já chegou Natal
Já tocou o sino lá na catedral

Bate o sino pequenino, sino de Belém
Já nasceu Deus Menino para o nosso bem
Paz na Terra pede o sino alegre a cantar
Abençoe Deus Menino este nosso lar

Hoje a noite é bela, juntos eu e ela
Vamos à capela, felizes a rezar
Ao soar o sino, sino pequenino
Vai o Deus menino, nos abençoar.

Bate o sino pequenino, sino de Belém
Já nasceu Deus Menino para o nosso bem
Paz na Terra pede o sino alegre a cantar
Abençoe Deus Menino este nosso lar

Vamos minha gente, vamos à Belém
Vamos ver Maria e Jesus também
Já deu meia noite,já chegou Natal
Já tocou o sino lá na catedral

Bate o sino pequenino, sino de Belém
Já nasceu Deus Menino para o nosso bem
Paz na Terra pede o sino alegre a cantar
Abençoe Deus Menino este nosso lar

Abençoe Deus Menino este nosso lar


Boas Festas


Noite Feliz


Noite feliz! Noite feliz!
Oh, Senhor, Deus do amor
Pobrezinho nasceu em Belém
Eis na Lapa Jesus nosso bem
Dorme em paz, oh, Jesus
Dorme em paz, oh, Jesus

Noite feliz! Noite feliz!
Oh, Jesus, Deus da luz
Quão afável é Teu coração
Que quiseste nascer nosso irmão
E a nós todos salvar
E a nós todos salvar

Noite feliz! Noite feliz!
Eis que no ar vem cantar
Aos pastores os Anjos do Céu
Anunciando a chegada de Deus
De Jesus Salvador
De Jesus Salvador

16 de dezembro de 2015

Love song


Em um momento solene,
De alegria ou de silêncio
a música me faz alegre 
porque escuto nela
as batidas do meu coração.

(Adriana Silva)

5 de novembro de 2015

Descobrindo o Brasil


Um,dois,três barquinhos
Um,dois,três barquinhos
Um,dois,três barquinhos
Caravela a navegar
Cabral aqui chegou
Em 22 de abril
Em Porto Seguro começou
A descobrir o meu Brasil
Um,dois,três barquinhos
Um,dois,três barquinhos
Um,dois,três barquinhos
Caravela a navegar
Saiu de Portugal
E no Brasil chegou
Muitas matas,muitos índios
Por aqui ele encontrou
Um,dois,três barquinhos
Um,dois,três barquinhos
Um,dois,três barquinhos
Caravela a navegar


(Eliana)


A Jaqueline adora essa música!

26 de outubro de 2015

Anjos



Anjos
são essas pessoas
que nos amam
sem nos julgar,
que nos perdoam
num olhar,
e nos fazem tão bem,
que a gente queria asas
pra junto delas
sempre estar.


[Sirlei L. Passolongo] 2013

10 de outubro de 2015

Leveza...


Não tenho a vida cor de rosa mas eu vivo sorrindo. As dificuldades são escadas que subo e após vencido degrau por degrau é que me acho ainda mais digna de viver! O amor que carrego no peito e o sorriso que sai dos meus lábios são as minhas armas mais lindas e leves de levar.

(Adriana Silva)

26 de setembro de 2015

Vento Ventania


Vento, ventania, me leve para as bordas do céu 
Pois vou puxar as barbas de Deus
Vento, ventania, me leve para onde nasce a chuva
Pra lá de onde o vento faz a curva

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino

Quero juntar-me a você e carregar os balões pro mar
Quero enrolar as pipas nos fios
Mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania,
Me leve pra qualquer lugar
Me leve para qualquer canto do mundo
Ásia, Europa, América

Vento, ventania, me leve para as bordas do céu
Pois vou puxar as barbas de Deus
Vento, ventania, me leve para os quatro cantos do mundo
Me leve pra qualquer lugar

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino

Quero mover as pás dos moinhos
E abrandar o calor do sol
Quero emaranhar o cabelo da menina
Mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania,
Me leve pra qualquer lugar
Me leve para qualquer canto do mundo
Ásia, Europa, América

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino

Quero juntar-me a você e carregar os balões pro mar
Quero enrolar as pipas nos fios
Mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania, agora que estou solto na vida
Me leve pra qualquer lugar
Me leve mas não me faça voltar. (3X)


Música de Biquini Cavadão

3 de setembro de 2015

Raiz



Olhos e cabelos negros como a noite,
Sentada desvendando o céu, 
eis ela a admirar,
Cabelo cumprido, 
enraizando tentando ao chão chegar. 
Sob mágica incandescente um cometa ali passa,
e nada mais é parte do seu cabelo fazendo graça.
Seu corpo é tronco, seu cabelo seu véu
seu ser é um pedaço de tudo,
disfarçado de céu.

(Adriana Silva)

26 de agosto de 2015

Me defendo das pedras sendo quem sou: de verdade e protegida pelo céu


Se me jogarem pedras, não devolverei flores. 
Só as entrego a quem faz laços de afeto comigo; 
a quem não solta minha mão,mesmo nos momentos 
de dúvida e tempestade; 
a quem me olha de frente e consegue me enxergar 
até quando nebulosidades insistem em turvar a visão. 
Entrego as flores aos que me ouvem só pela sintonia. 
E as pedras? 
Me defendo delas sendo quem sou: 
de verdade e protegida pelo céu.

Inês Seibert

19 de agosto de 2015

Beijo a noite


Beijo a noite, domando meu adormecer. 
Na calada da noite, lindos sonhos eu vou ter. 
Beijo a lua indomada, 
Abraço a estrela espelhada, 
Na luz do meu florescer 
Sonhos lindos eu hei de ter.

(Adriana Silva)

12 de agosto de 2015

Abelhinha Sapequinha



Abelhinha sapequinha, 
em forma de menina
voa pra cá voa pra lá, 
como uma canção que não desafina.

Abelhinha sapequinha,
seu jeitinho não me engana
voa de flor em flor
como se fosse uma cigana.

Abelhinha sapequinha,
sabe o que é viver
voa voa sem parar 
sem jamais o sorriso perder!

(Adriana Silva)

4 de agosto de 2015

Sonhos de Jaqueline


Nesse mundo de cinzas e tristezas
Para mim há espaço para o colorido da natureza.
Pássaros cantando sem parar
Cores ali e acolá
Nessa imensa tela de pinturas.
Nesse mundo imperfeito
Há em mim um coração
Que pulsa forte em meu peito.
Passarinhos a cantar, flores a perfumar
E eu feliz a cantar.

(Adriana Silva - Sonhos de Jaqueline)

22 de julho de 2015

Só Deus pode nos julgar



╭*⌒═⌒*╮
(///\\\)
( │♛ ‿ ♛│ )
( ╰┬ღ─ღ┬╯ )
__.(▒)(░)___°* Ninguém sabe o que se passa na vida de ninguém, não sabe as dificuldades, as tristezas, as dores, as marcas que a vida deixou na pessoa. Então nunca julgue alguém, sem conhecê-la de Verdade, ou melhor só quem pode nos julgar é Deus!

(Desconheço o autor)


2 de julho de 2015

Pássaros


Sensibilidade...


" Eu sou tão boba, preciso parar de chorar a toa, choro pelas mínimas coisas, o coração é mole, o espírito é emoção pura e a alma, ha... a alma é sentida, muito sentida, sente muito" .

Raquel Magno

30 de junho de 2015

Árvore voa?


Pousam os pássaros 
Na árvore...
Depois voam.
A árvore voa também.
Árvore voa? 
Curioso pensei. 
Respondeu-me que sim
Pois pra onde quer que vá o passarinho
leva um pouco dela mais além.

(Adriana SIlva)

17 de junho de 2015

Amizade


Quero que conte-me mais como é essa coisa de amizade. 
O outro sem jeito dizia que amizade é algo que não se consegue explicar.
Mas como alguma definição pode ter quero que me fale como é a sensação, pode ser?
Vou tentar. Vou pensar em mim e em você!

" Amizade é quando tudo parece perdido - e de fato na nossa cabeça está, sentimos uma mão nos apoiando.
É quando não sentimos vontade de sorrir, e o outro faz uma palhaçada e a gargalhada faz tudo voltar a ter sentido.
É não perder a esperança porque afinal tem alguém que acredita em você e que é capaz.
É dizer que você está errado, mas mesmo assim jamais deixar de amar você.
Amizade é aquele amor incondicional mesmo quando o outro está rabugento e até acho que se ama mais ainda. É aquele que não cobra, é aquele que simplesmente ama!
Amizade é o companheirismo na vulnerabilidade, é o respeito no isolamento e a companhia em todos os momentos.
Amizade é aquilo que sinto por você, e não tem explicação. É pra sempre. É amor. É comunhão".

(Adriana Silva)

5 de junho de 2015

Seu perfume


Nem todas a flores que eu colher
Teria o perfume que vem de você!

(Adriana Silva)

27 de maio de 2015

19 de maio de 2015

Colo de mãe


Quem dera que colo de mãe fosse eterno. 
Mas toda canção é infinita. 
Tudo que mãe faz é de alma bonita.

(Adriana Silva)

30 de abril de 2015

O Sonho de voar!



A menina queria voar
Voar a menina queria
Em cada ponta de seus cabelos
uma borboleta pousaria!


Ali começou o seu sonho,
Seu sonho de voar
E assim se fez com suas amiguinhas
Seu sonho realizar!


(Adriana Silva)

23 de abril de 2015

Rapunzel


Rapunzel 
Só queria
Que seus cabelos virassem raízes
Para que assim
Alcançasse
o céu!

Desta vez, não seriam tranças a serem jogadas
Para serem escaladas!
Nada disso!

Rapunzel queria apenas tocar o céu.

(Adriana Silva)

11 de abril de 2015

Passarinho


Eu pensei que eu era passarinho,
Mas gente eu nasci.
E de tanto cantar e ouvir a música,
Como passarinho eu cresci!

(Adriana Silva )

O amor


Não deixe de regar a flor do amor todos os dias!
Que sejam manhãs, que sejam noites,
Mas que nunca seja tarde...
Tarde demais!

Deixe o amor florir, conduzindo os seus caminhos,
Guiando a sua mão.
Verá que tudo o que acontece,
Terá muito mais solução.

Todo o problema grande,
Será pequeno,
E tudo que estiver inquieto,
Ficará sereno!

(Adriana Silva)


Cabeleira


Balança pra lá, balança pra cá,
Eu e meu cabelo de fuá!
Respiro o vento que me abraça,
E vejo na natureza toda a graça!

Balança devagar, balança rapidinho,
Eu e meu cabelo enroladinho!
Cada um define ele de um jeito,
Mas para mim do jeito que é está perfeito!

Balança pra frente, balança de lado,
Eu e meu cabelo cacheado!
Nele está o meu charme e beleza,
Assim como há em toda a natureza!

(Adriana Silva)

5 de abril de 2015

A Borboleta Mágica



Quando quiseres uma transformação
Mesmo que tenha que mudar de lugar seu coração
Se apegue na mais linda lição:
A metamorfose da borboleta
Que assim se faz mágica
Quando muitos pensam que sua vida possa parecer trágica.
Em um casulo apertado ela amadurece,
E de lá só sai quando cria asas.
Quando o seu futuro lhe condena
Eis que sai a mais serena
A Mágica borboleta a voar!

(Adriana Silva)

Eu tinha sonhos de Bailarina


Eu tinha sonhos de Bailarina,
Voando sobre o chão,
E andando entre as nuvens.

Bailarina eu tinha sonhos,
Que voavam no chão
E nas nuvens rodopiavam!

Se sonho em ser bailarina,
Bailarina eu ei de ser
Basta dentro de mim isso eu querer.

Então, por aí saio dançando
Seja na terra, seja no ar
Pois é assim que saio a dançar!

(Adriana Silva)

1 de abril de 2015

Olhando o céu


Olhando o céu
O céu nos olhando
Desapercebidos
Estávamos sonhando!


(Adriana Silva )

Alma de menina


Quero envelhecer com coragem. Mesmo sabendo que alguns obstáculos possam surgir. Quero ter alma de menina, quero que em mim a mulher nunca desapareça. Quero cultivar flores, quero rir com as minhas amigas. Quero sentir saudade do que ainda não vivi. E não importa se me digam que já é tarde. Quero e se não for pedir muito viver o suficiente, estar sóbria, ao mesmo tempo que falar besteiras e rir muito... Quero rir das minhas possíveis dores, e não fazer delas muletas. Quero um dia fechar meus olhos e saber que fiz tudo o que podia, e que partir é um destino, que a hora chegou, e que enfim, descansarei em paz.

(Adriana Silva)

27 de março de 2015

Seu sorriso


Quando seu sorriso solta
Tudo sorri,
Inclusive tudo que tenha
a sua volta!

(Adriana Silva)

22 de março de 2015

Gosto...


Gosto de sentir-me viva
E sentir o vento tocar meu rosto.
Gosto de ser quem sou em qualquer circunstância
Momentos bons ou não fazem parte da vida
Esqueço os ruins e volto a sorrir.
No meu coração forte, e na minha aparência frágil
Me revelo uma gigante guerreira e corajosa diante das dificuldades da vida.
E nesse sol e chuva, e nesse frio e calor
Sigo confiante, enfrentando tudo
Com paz e amor.

(Adriana Silva - Descrevendo Jaqueline, a pequena gigante guerreira)

26 de fevereiro de 2015

A noite e o barco


Navegava a moça durante o dia, rumo ao seu destino que sonhava
Quando percebeu a noite de mansinho já chegava
Um medo bateu em seu coração,
Diante daquele fria e enorme escuridão.

Com seus badulaques, flor e bagagem
Lá ia ela seguindo otimista a sua viagem!
Levantou-se em um súbito momento
E fez dele o seu grande acontecimento.

Dançava e cantava 
E assim o tempo passava
Quando percebeu
Em seu destino chegava.

(Adriana Silva)



21 de fevereiro de 2015

O poder da Música


A música nos dá aquela sensação que não estamos sozinhos. Ela nos mostra que somos compreendidos, mesmo quando não há compreensão do que se passa dentro e fora do nosso mundo. Ela nos aproxima de um mundo interior só nosso, que antes era desconhecido, e agora profundamente desmistificado e descoberto. Nossas preferências musicais são só nossas, e somente nós entendemos, ou quem sabe nem é preciso entender porque simplesmente gostamos. O fato, é que algo nos toca tão profundamente que somente nós entendemos. Pode nos arrancar sorrisos, lágrimas e até dor em nossas recordações mais profundas. Somos invadidos por sons desde que somos uma sementinha no ventre de nossa mãe. Reconhecemos vozes, e quando nascemos o nosso primeiro canto é nosso choro. E quando ele é ouvido, as pessoas dizem: - Está tudo bem! Essa é a nossa primeira música! Quando partimos desse mundo, nosso suspiro é a última canção. E o nosso legado continuará a quem se permite entender e amar tudo aquilo que deixamos.

(Adriana Silva)

11 de fevereiro de 2015

Eu cresci!


Eu cresci!
Mudei os meus gostos, o meu jeito em algumas coisas.
Compreendendo mais outras coisas,
Mudando meu humor...
Mas, dentro de mim sempre serei a menina doce,
Que adora carinho, beijos e abraços.
E que mesmo que mudar em tudo,
Nunca deixará de ser aquela que se encanta com as coisas mais simples
E principalmente aquelas que vem do coração...

(Adriana Silva)

19 de janeiro de 2015

O ritmo da música


Não importa o ritmo da música,
Eu gosto de ouvir e feliz a bailar.
Não importa se não gostam,
O que quero mesmo é sorrir e cantar!

Tudo é melhor e mais alegre,
Tudo é ensolarado e contente.
O meu dia só começa,
Quando um barulho começa de repente!

Já nasci ouvindo música,
Ela me faz bem
Sem ela eu não sou nada
E sem mim ela não é ninguém!

(Adriana Silva - Em homenagem à Jaqueline, que ama música!)



7 de janeiro de 2015

Férias


Férias...
Divertida!
Onde tenho mais tempo
Pra colorir 
A minha vida.

(Adriana Silva)