28 de outubro de 2014

Paz e Flor


Quanta paz há numa flor...
Ela nasce
perfuma
murcha
e morre
Mas
não
fere.

[Sirlei L. Passolongo]