5 de setembro de 2014

Riso e Poesia


Não sou tão delicada quanto são as palavras e nesse meu jeito
atrapalhado vou semeando o melhor de mim...
Num instante, poesia, noutro, um riso na face de alguém.


Sirlei L. Passolongo

Nenhum comentário:

Postar um comentário