13 de agosto de 2014

Voar!


Quero voar por lugares que mesmo que eu saiba que possa cair não me arranhe, nem me machuque.
Se isso acontecer, que eu não sinta tanto.
Que o vento me conduza à minha serenidade - a mais calma de todas em meio ao caos.
Que todas as respostas de Deus sejam entendidas por mim. E que acima de tudo eu as siga.
Que eu possa enxergar as flores, e sempre andar em direção ao sol!

(Adriana Silva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário