25 de dezembro de 2014

Meu Natal



Neste dia tão bonito,
Que hoje se faz reluzente
Todo dia é dia
De Jesus estar presente.

Com muita alegria comemoro
O nascimento do nosso Rei
Apesar do consumismo e a hipocrisia
Se fazer a grande lei.

Em meu coração festivo,
Carrego sempre comigo,
A esperança em forma de sorriso.

Parabéns meu querido Jesus,
Que sempre me conduz
Junto com seu filho Deus
A vida que me concedeu.

Todo dia pra mim é Natal
Pois me sinto especial
Por ser instrumento 
do Teu milagre!

Agora vamos lá,
Vamos comemorar
Com muita alegria e muito amor
O aniversário do NOSSO SENHOR!


(Adriana Silva) - Contos de Natal

19 de dezembro de 2014

Chuva!


Debruçado na janela
Fiquei a assistir
As nuvens carregadas
Que anunciavam a chuva cair.

Chuva essa que é um milagre 
E não canso de agradecer
Saio pra fora e deixo que me consagre
E me molha pra valer.

Raios e trovoadas de montão
Escuto os gritos da mamãe dizer:
Venha logo para dentro
Senão vai se arrepender!

Voltei para a janela 
Assisti a chuva como se fosse televisão
Meu gato acabou dormindo
Esse sim é espertalhão! 

(Adriana Silva)

3 de dezembro de 2014

Vida Florida


No jardim da minha alma
Há uma porção de margaridas,
Girassóis, abelhas e borboletas
Que sorriem pra mim todos os dias!

No jardim da minha vida
Há uma porção de sorrisos, amor e alegrias!
Mesmo que esteja estreito o caminho
Sigo com muito amor e carinho.

Na colheita diária, enfeito meu chapéu
Com flores lindas e olho para o céu:
Agradeço pela chance
De ter toda essa visão ao meu alcance.

No caminho da minha vida
Mesmo que já tenha sido sofrida
Com muito amor e gratidão sigo
A minha vida Florida! 

(Adriana Silva - Homenagem à Jaqueline)

1 de dezembro de 2014

Felicidade!


Nesse mundo de faz de conta eu vivo a realidade
Pois sei fazer de cada conquista
Minha verdadeira felicidade!

(Adriana - Em homenagem à Jaqueline)

22 de novembro de 2014

Agradecendo a Deus



Quando um dia se vai, e um novo dia chega, 
Agradeço a Deus por minha vida.
Por tudo que passei eu agradeço,
Por tudo que superei eu agradeço,
Por minha família, por não me faltar o alimento.
Por nunca me faltar o amor.
Agradeço por poder viver intensamente
Aquilo que pode ser considerado por muitos que me falta.
É o que eu tenho de sobra.
Tenho tudo. Estou viva!
E vivendo da forma maravilhosa
Porque eu sou feliz! 

Agradeço sorrindo...

Agradeço sendo fonte de amor
Que nunca se esgota
Que é incondicional
E isso que verdadeiramente
É especial!

(Adriana Silva - Em homenagem a Jaqueline)

14 de novembro de 2014

Sonhar


Mesmo com os dias cinzas e chuvosos que caem 
Eu insisto em sonhar...
Se eu desistisse disso não seria eu 
Que assim você vê a brilhar...
Pois já fui estrela no céu
E retornei
E na missão que Deus me deu
Acreditei...

Entre pedras e flores continuo sorrindo
Agradecendo a vida que Deus me deu 
Cantando com voz de fada
Dando e recebendo amor
E seguindo a minha estrada!

Já briguei com a morte,
E mesmo frágil eu fui forte!
Continuo sendo fonte de amor
Mesmo que bateu aquela dor
O que recebi é um presente
Que sempre no meu agradecimento
Está presente.

(Adriana Silva -  em homenagem à Jaqueline)


3 de novembro de 2014

Pequenas coisas com muito amor


 "Não posso fazer grandes coisas. 
Mas certamente posso fazer pequenas coisas com muito amor." 

Madre Teresa de Calcutá

28 de outubro de 2014

Gosto...


Gosto das coisas simples, de gestos sinceros e coração aberto... Gosto de gente que me compreende, que vê meus defeitos mas me ama de todo jeito...

[Sirlei L. Passolongo]

Doçura do coração



A gente não pode permitir que o mundo nos roube a doçura do coração.

[Sirlei L. Passolongo]

Paz e Flor


Quanta paz há numa flor...
Ela nasce
perfuma
murcha
e morre
Mas
não
fere.

[Sirlei L. Passolongo]

17 de outubro de 2014

Meu mundo


Não importa o que acham de mim...
Meu mundo é colorido, 
com passarinhos e borboletas!
Vivo a cantar a ouvir a música que bate no meu coração...
Por mais obstáculos que surjam,
De ser feliz, eu não desisto não!

(Adriana)

8 de outubro de 2014

Dança bailarina!


Dança bailarina!
Nas asas da sua imaginação...
Dança bailarina!
Nas asas da sua razão...
Dança bailarina!
Com os pés o o coração...
Dança bailarina!
Não tenha medo não...
Dança bailarina!
Com o seu sorriso...
Dança bailarina!
Com o seu amor...
Dança bailarina!
Sem rimas nem coreografia...
Dança bailarina!
Com a sua eterna alegria...
E faça de todos seus momentos
Total maestria!

(Adriana Silva)

18 de setembro de 2014

O melhor da vida


"E sempre tão cheia de porquês
a menina curiosa descobriu
que o melhor da vida era viver."


Rachel Carvalho

15 de setembro de 2014

Atirei o Pau no Gato


Atirei o pau no gato tô tô
Mas o gato tô tô
Não morreu reu reu
Dona Chica cá
Admirou-se se
Do berro, do berro que o gato deu:
Miau!


12 de setembro de 2014

Liberdade


Me desfiz de tudo aquilo que apertava o meu peito.
Me desfiz de tudo aquilo que me fazia mal.
Fiz uma faxina profunda dentro da minha alma
Tirei o pó de  cada canto do meu coração.

Abri as janelas da minha mente,
E voei rumo a liberdade.
A liberdade de continuar sendo quem sou
A liberdade de não ter que provar nada a ninguém.
A liberdade de não passar por situações que não mereço.

Não nasci pra viver aprisionada em um mundo de imaginação.
Gosto de voar pelos contos e voltar na minha razão.
Meu mundo de sonhos é a vida que tenho.

Apesar das tempestades
Tem os passarinhos,
Tem o sol,
Tem  a lua,
Tem a vida.
E quero viver a vida que Deus me deu.

Não quero nada que não caiba mais em mim.
Não quero nada que saia do meu sim...

(Adriana)

8 de setembro de 2014

Rocha e Fortaleza


Porque sou frágil feito pétala busco a proteção de um Deus que é minha Rocha e fortaleza...
[Sirlei L. Passolongo]

5 de setembro de 2014

Riso e Poesia


Não sou tão delicada quanto são as palavras e nesse meu jeito
atrapalhado vou semeando o melhor de mim...
Num instante, poesia, noutro, um riso na face de alguém.


Sirlei L. Passolongo

3 de setembro de 2014

Vamos brincar de esconde?


Vamos brincar de esconde-esconde? 
A brincadeira é assim:
Vou contar até 10,
Você se esconde...
E quando eu achar um por um
Você me surpreende com seu sorriso!
Se por algum acaso eu não te encontrar
Você me encontra e me dá um sorrisão
E junto com ele, um abraço.
Combinado?
Então vamos...
1... 2... 3... 4... 5... 6... 7... 8...9...10!
Vou procurar!
Ahá te achei!
E ganhei o primeiro sorriso >>>  :)

(Adriana)

30 de agosto de 2014

Mundo de Sonhos


No meu mundo de sonhos, adormeço feliz com esperanças coloridas que meus amigos imaginários se movam dentro dele como carneirinhos que pulam até que eu adormeça feliz e ter todo um encanto da natureza como cenário. Bichos, natureza, céu azul e todas as pessoas que amo comigo. Não importa quanto tempo dure, acordo feliz por ter a oportunidade de acordar mais uma vez, e saber que novamente vou dormir e ter meus sonhos encantados comigo!

(Adriana Silva)

20 de agosto de 2014

Infinito....


Avistei o infinito naquela paisagem.
O infinito nunca tem fim.
E é assim quando vemos algo muito bonito e não conseguimos explicar.
Ele nunca acaba.
Fica na nossa memória. Para sempre!

(Adriana)

13 de agosto de 2014

Voar!


Quero voar por lugares que mesmo que eu saiba que possa cair não me arranhe, nem me machuque.
Se isso acontecer, que eu não sinta tanto.
Que o vento me conduza à minha serenidade - a mais calma de todas em meio ao caos.
Que todas as respostas de Deus sejam entendidas por mim. E que acima de tudo eu as siga.
Que eu possa enxergar as flores, e sempre andar em direção ao sol!

(Adriana Silva)

8 de agosto de 2014

O duende encantado


O duende encantado vive escondido em algum lugar para distribuir corações de papel a quem passar. 
Mas nem todas as pessoas gostam desses corações. Algumas pessoas jogam no chão ou no lixo, e o duende fica muito triste.
Já outras pegam uma porção desses corações para si e dividem com muitas pessoas e o duende fica muito feliz!
Mal sabem que os corações são de um duende encantado. Os corações são encantados também. Eles provocam alegria dentro das pessoas.
Quanto mais corações você distribuir mais alegrias terá.


(Adriana)

O Elefantinho e a Chuva


Bob era um elefantinho que adorava ajudar todo mundo. Certo dia estava ele passeando e começou a chover. Viu que no caminho haviam pintinhos desesperados e perdidos. Com medo que a correnteza os levassem para longe ele pegou todos com as duas patas da frente. Ficou em pé, desequilibrando e tomando cuidado para que nenhum deles caísse no chão. Um deles ficou em suas patas traseiras e outro no topo da sua cabeça. Em sua tromba segurava um guarda-chuva para que não os molhassem. Mesmo com todo o sacrifício o elefantinho não desistiu de ajudar seus amigos. Ele não se preocupou com ele mesmo, ele se preocupou com seus amigos. Quando a chuva passou avistaram sua mãe e saíram felizes e agradecidos seu grande amigo. O elefante estava cansado, mas estava muito feliz por eles ter ajudado!

(Adriana)

19 de junho de 2014

A menina e o pássaro


A menina sonhadora olha para o pássaro e diz: 
- Como eu queria ver as coisas aí do alto! Queria voar como você! 
Esperando apenas uma cantoria, o pássaro encantado lhe diz: 
- Menina linda dos cabelos cor de sol! Queria eu estar aí embaixo e ver como é aqui em cima e não ser um frágil pássaro pelo menos uma vez! Então vamos fazer o seguinte: Pego meu bando, levo-te para voar quando quiseres, e eu quando quiser ver como é aqui em cima, pouso em segurança sobre seus ombros. E assim podemos um estar no lugar do outro de vez em quando. A menina com os olhos arregalados disse: -Combinado! Então... A menina trazia a nuvem carregada de vez em quando cheia de chuva e o pássaro trazia um sorriso por causa do sorriso dela!

(Adriana)