6 de dezembro de 2017

Encanto...


E nessas pequenas coisas, sigo encantada. São heranças maravilhosas que Deus me faz desfrutar todos os dias. Sigo grata, com a pureza nos olhos e amor no coração.
(Jaqueline)

22 de novembro de 2017

Quando você dorme...


Quando você dorme, 
parece que no mundo inteiro não existe maldade.
Quem dera que isso de fato fosse verdade.
Em seu semblante sereno descansa a felicidade...
Repouse pequena, dorme minha doce menina,
Que deitarei ao seu lado e ali na esquina
Nossos sonhos vão se encontrar!

(Adriana Silva - Sonhos de Jaqueline)

3 de novembro de 2017

A vida precisa do vazio


A lagarta dorme num vazio chamado casulo até se transformar em borboleta.
A música precisa de um vazio chamado silêncio para ser ouvida. Um poema precisa do vazio da folha de papel em branco para ser escrito. É no vazio da jarra que se colocam flores.
E as pessoas, para serem belas e amadas, precisam ter um vazio dentro delas. A maioria acha o contrário; pensa que o bom é ser cheio. Essas são as pessoas que se acham cheias de verdades e sabedoria e falam sem parar. São umas chatas!
Bonitas são as pessoas que falam pouco e sabem escutar. A essas pessoas é fácil amar. Elas estão cheias de vazio.
E é no vazio da distância que vive a saudade.
(Rubem Alves)

24 de outubro de 2017

Não se importe tanto


Desista de tentar agradar ou se encaixar em um mundo onde as pessoas jamais sentirão-se satisfeitas com o que faz.
Pois errando ou acertando nunca será bom o suficiente.
Siga seu coração,aja por você. Se preocupe com o que sente.
Se não for suficiente aos outros seja o melhor para si mesmo.
Pois é isso que importa.

(Adriana Silva)

11 de outubro de 2017

Não se iluda...



Não se iluda com todos os sorrisos. 
Nem com aquilo que engana sua intuição.
Sinta, mas com pés no chão.
A gente se engana não? 
Mas disso, a gente não morre não.
A gente não perde, a gente se livra.
E assim corre a vida.
Aula assistida, lição aprendida.

(Adriana Silva)

2 de outubro de 2017

Coisas que gosto...


Gosto de imagens de corujas acho que está ligada a sabedoria. Essa achei linda, logo identifiquei eu e a minha filha. Gosto de imagens de sapinhos, acho eles sapecas. Gosto de borboletas pois elas são lindas e me lembram transformação, de joaninhas que me lembram infância, de margaridas que me lembram a beleza da simplicidade. 
Depois que a gente se torna mãe, passamos a projetar coisas que fazemos uma conexão com o mundo materno. Dentro de mim, há uma porção de coisas com seus significados ou a sensação e sentimentos. Gosto dessas coisinhas pois em tudo que vejo lembro que sou mãe. E por ser mãe, gosto tanto dessas coisinhas...

(Adriana Silva)